Home / Acervo Botânico / Calathea burle-marxii, Calatéia Verde

Calathea burle-marxii, Calatéia Verde

Calathea burle-marxii. Batizada em homenagem ao paisagista Roberto Burle-Marx, é ótima opção como planta de interior.

Calathea burle-marxii. Batizada em homenagem ao paisagista Roberto Burle-Marx, é ótima opção como planta de interior. Foto de Olaf

Dados Botânicos

Nome Científico: Calathea burle-marxii H. Kenn.

Nome popular: maranta-de-burle-marx, cristal, calatéia burle-marx, calatéia blue-ice;

Família: Maranthaceae;

Ocorrência: Brasil

Ciclo de vida: Perene;

Luminosidade: Meia-sombra e Sombra;

Irrigação: regular, 2 a 3 vezes por semana, o solo deve ser mantido úmido;

Clima: Tropical;

Floração: Verão;

Dificuldade: Média.

Batizada em homenagem ao famoso paisagista brasileiro Roberto Burle-Marx, a maranta-de-burle-marx ou calatéia burle-marx, é uma herbácea perene, com folhas ornamentais e inflorescência decorativa, que pode ser utilizada como flor de corte. É devido a forma dessa inflorescência que o gênero Calathea ganhou o seu nome e fama. Em grego, kalathea significa cesta de duas asas, e essa Calathea burle-marxii talvez seja a mais bela representação botânica nesse formato. 

Com coloração branca, levemente azulada, com pequeninas flores de sépalas brancas e tubo da corola de cor lavanda, a inflorescência rendeu, em inglês, a alcunha de blue-ice (gelo azul, ou ainda sorvete azul em algumas variantes) a essa espécie. Esse Jardim de Calatéia foi batizado em homenagem a essa espécie, ideal para o cultivo em ambientes internos, cuja folhagem, de um verde intenso, é representativa do paisagismo de nosso paisagista símbolo. 

Essa espécie é muito parecida com a Calathea cylindrica (Roscoe) K. Schum. Mas a diferença pode ser notada em dois aspectos facilmente. Primeiro, a inflorescência dessa última é verde e não branca. Segundo, a folhagem da burle-marxii é coriácea (semelhante a um couro), mais áspera e com nervuras mais salientes, enquanto a outra é  glabra (sem textura, opaca). 

Cuidados básicos e adubação

Essa espécie é nativa da região sudeste do Brasil, onde ocorre em florestas densas, com boa luminosidade, porém pouca incidência solar indireta. O solo, portanto, deve ser preparado com adubo orgânico e bem drenável, com regas periódicas de forma a manter o solo úmido.

Calathea burle-marxii H. Kenn. no paisagismo 

Ideal para jardins de interiores ou formando renques e grupos, desde que em locais bem sombreados.


Arte Botânica

não foi encontrado. 


Referências e links interessantes

National tropical botanical garden

Plantas Ornamentais no Brasil livro de Hari Lorenzi e Hermes Moreira de Souza. Clique no link para ir a livraria cultura.

 

About Frederico Teixeira Gorski

Frederico Teixeira Gorski é bacharel em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Estudou Teatro na Universidade Estadual de Santa Catarina e iniciou seus estudos em paisagismo com a professora Jane Pilotto, no curso Paisagismo Ecológico. Desde a Psicologia, interessou-se pelo estudo do Espaço Urbano. Em 2011, criou a primeira versão do Jardim de Calatéia como blog, com a intenção de transformá-lo em um portal que reunisse artigos que abrangessem desde a Arquitetura Paisagística, até o estudo botânico, passando pelas artes visuais.