Home / Acervo Botânico / Malvaviscus arboreus, malvavisco

Malvaviscus arboreus, malvavisco

 

Malvaviscus arboreus  Cav. Fotos de Dagmar Laus. Também conhecido como hibisco-colibri é um grande atrativo para beija-flores. Em espanhol, colibri quer dizer beija-flor.

Malvaviscus arboreus Cav. Fotos de Dagmar Laus. Também conhecido como hibisco-colibri é um grande atrativo para beija-flores. Em espanhol, colibri quer dizer beija-flor.

Dados Botânicos

Nome CientíficoMalvaviscus arboreus Cav.;

Nome popular: Malvavisco, hibisco-colibri;

Família: Malvaceae;

Ocorrência: México e norte da América do Sul;

Ciclo de vida: Perene;

Luminosidade: Pleno sol e Meia-sombra;

Irrigação: regular, 2 a 3 vezes por semana, o solo deve ser mantido úmido, sem encharcar;

Clima: Tropical (de origem), Subtropical (adaptada);

Floração: Ano inteiro;

Dificuldade: Baixa.

Às vezes eu penso que algumas plantas só saem de moda porque a gente se esquece de buscar um olhar diferente sobre elas. O malvavisco, por exemplo. Arbusto lenhoso que ocorre naturalmente desde o México até o norte da América do Sul, é ainda uma das plantas mais utilizadas no paisagismo para fins de cerca-viva. Nos últimos anos, é verdade, tornou-se uma opção tão “barata” que o modismo preteriu-a em favorecimento de outras espécies.

É uma pena. Quando recebi da Dagmar Laus as fotos que ilustram esse artigo, pensei: poxa, mas tá aí uma opção economicamente viável e bonita para quem queira criar uma cerca viva ou esconder o muro. Basta olhá-la com carinho e redescobrir sua delicadeza. Está claro, o malvavisco, além disso tem outros atributos.

Do ponto de vista ecológico, é preciso ter certo cuidado com ele, pois é potencialmente invasivo. Para evitar que se torne um incômodo na mata e em terrenos baldios da cercania, recomenda-se a poda periódica, evitando que o fruto espalhe sementes. Porém, há alguns aspectos benéficos bem pouco observados.

Usos medicinais e culinários do malvavisco

Quem teve na infância uma planta dessas por perto sabe que o néctar da flor, obtido quando se retira dela a coroa, pode ser absorvido e saboreado. É uma diversão de criança que vai se perdendo, mas que eu lembro com carinho de quando passeava solto na rua com os amigos. Da mesma forma, o fruto, raramente visto em nosso clima aqui do sul, mas que existe e é muito parecido com uma maçã, é comestível. Daí deriva o seu nome mexicano, “manzanilla”, ou, em inglês, mexican apple

As folhas mais tenras, recém brotadas, do malvavisco também podem ser utilizadas na preparação de saladas, ou, ainda, de refogados. As folhas mais velhas perdem boa parte de seus valores nutricionais, mas também pode ser consumidas, sempre após a cocção. É o que nos ensina a Lista de Plantas Comestíveis do Texas e outros sites especializados, como o How Do Gardener. 

Medicina popular

No México, a infusão das folhas é utilizada para trato de inflamações do sistema digestivo. As propriedades emolientes da planta a recomendam para aliviar também inflamações da pele. As referências a respeito podem ser encontradas na seção Referências – Medicinais, no final do post. Nenhuma delas apresenta dados científicos, nem encontramos na pesquisa de artigos acadêmicos do google nenhum estudo conclusivo a respeito. Por isso, fica aqui a ressalva de que os dados referidos são meramente ilustrativos e que não recomendamos o uso medicinal da planta sem consultar um médico. 

A exceção aqui é para esse estudo publicado no Journal of Functional Foods, publicado pela editora Elsevier, e que aponta propriedades anti-micóticas a planta. Ainda assim, vale a ressalva feita acima.

Valores nutricionais

Não foi encontrado.

Cuidados básicos e adubação

Trata-se de uma espécie com baixo custo de manutenção e que requer poucos cuidados após o plantio. Quanto ao planejamento, recomenda-se sempre não plantá-la em local com muitas barreiras físicas, uma vez que a planta exige espaço para se desenvolver e crescer. 

O solo deve ser preparado com terra vegetal, em cova profunda (60x60cm), e com boa drenagem. A poda anual é recomendada para que a planta mantenha o vigor e floresça mais. Além disso, ajuda a prevenir sua disseminação como planta invasiva.

As mudas são preparadas por estaquia, no começo da primavera, como ocorre com a maioria das espécies da família Malvaceae.

Espécie no paisagismo 

O uso principal e mais recomendado é como cerca-viva ou para esconder muros. Como é planta bem ramificada, forma uma cortina densas de folhagens e flores.


Arte Botânica

Imagens retiradas do http://www.plantillustrations.org

  


Referências e links interessantes

Cultura Mix

San Francisco Botanical Gardens

Lady Bird Flowers – University of Texas at Austin

Foraging Texas

Wild Edible Texas

Plantas Ornamentais no Brasil livro de Hari Lorenzi e Hermes Moreira de Souza. Clique no link para ir a livraria cultura.

About Frederico Teixeira Gorski

Frederico Teixeira Gorski é bacharel em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Estudou Teatro na Universidade Estadual de Santa Catarina e iniciou seus estudos em paisagismo com a professora Jane Pilotto, no curso Paisagismo Ecológico. Desde a Psicologia, interessou-se pelo estudo do Espaço Urbano. Em 2011, criou a primeira versão do Jardim de Calatéia como blog, com a intenção de transformá-lo em um portal que reunisse artigos que abrangessem desde a Arquitetura Paisagística, até o estudo botânico, passando pelas artes visuais.