Home / Acervo Botânico / Portulaca oleracea, onze-horas

Portulaca oleracea, onze-horas

Portulaca oleracea, onze-horas

Portulaca oleraceae, ou onze-horas. Das duas onze-horas (a outra é a Portulaca grandiflora), essa é nativa da Europa.

Dados Botânicos

Nome Científico: Portulaca oleracea L.; Sin.: Portulaca marginata Kunth., Portulaca retusa Engelm.; Nome popular: Portulaca,, caaponga, beldroega, onze-horas; Família: Portulacaceae. Ocorrência: Europa Ciclo de vida: Anual; Luminosidade: Sol pleno; Irrigação: regular, 1 a 2 vezes por semana; Clima: Tropical e subtropical; Floração: Principalmente no verão. Dificuldade: Baixa.

Suculenta de pequeno porte, essa onze-horas, xará da brasileira P. grandiflora, é uma herbácea anual, prostrada, que é muito popular no Brasil. É considerada planta comestível, sendo utilizadas para esse fim as folhas e flores, preferencialmente tenras. Atinge até 20 cm de alturas. Ao contrário da P. grandiflora, a Portulaca oleracea L. possui folhas ovais, de aparência carnosa. A floração também é relativamente mais simples, com pétalas simples ao contrário da outra, quase sempre encrespada. 

Ideal para forração, pode também ser utilizada em jardineiras, sempre a pleno sol. Pode ser encontrada com cores variadas, desde o branco, até o vermelho intenso, passando pelo amarelo e lilás. Atrai joaninhas. É chamada onze-horas porque as flores abrem quando o sol está bem alto.

Cuidados básicos e adubação

Solo fértil e bem drenável. Não exigente quanto a irrigação, mas recomenda-se ao menos duas vezes por semana, conforme a freqüência de chuvas, quando plantada ao ar livre.

Onze-horas no paisagismo.

Bastante popular no Brasil, essa portulaca tem perdido espaço para sua irmã nativa, a P. grandiflora, que tem sido lançada com grande variedade de cores no mercado. Ideal para compor jardineiras ou como forração em canteiros a pleno sol. Também pode ser utilizada para compor a borda de canteiros com maciços de plantas de maior porte, cuidando sempre para que receba quantidades suficiente de luz direta todos os dias.

Pragas e doenças comuns na Portulaca oleracea L.

Espécie resistente a pragas, tem a vantagem ainda de atrair joaninhas, que podem ajudar no combate a infestações de cochonilhas em outras espécies.


Arte Botânica

Imagens retiradas do http://www.plantillustrations.org

 


Referências e links interessantes

Plantas Ornamentais no Brasil livro de Hari Lorenzi e Hermes Moreira de Souza. Clique no link para ir a livraria cultura.

About Frederico Teixeira Gorski

Frederico Teixeira Gorski é bacharel em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Estudou Teatro na Universidade Estadual de Santa Catarina e iniciou seus estudos em paisagismo com a professora Jane Pilotto, no curso Paisagismo Ecológico. Desde a Psicologia, interessou-se pelo estudo do Espaço Urbano. Em 2011, criou a primeira versão do Jardim de Calatéia como blog, com a intenção de transformá-lo em um portal que reunisse artigos que abrangessem desde a Arquitetura Paisagística, até o estudo botânico, passando pelas artes visuais.