Home / Artes / Arte Botânica / Como plantar dentes-de-leão de ponta cabeça, ou…

Como plantar dentes-de-leão de ponta cabeça, ou…

para onde vão os sonhos na obra de Regine Ramseier.

dente-de-leão | Jardim de Calatéia

Este é o Taraxacum officinale F.H.Wigg. Não é exatamente a mesma espécie utilizada por Regine Ramseier. A foto é de Dagmar Laus.

As plantas do gênero Taraxacum, especialmente a Taraxacum officinale F. H. Wigg, popularmente conhecida como dandelion ou dente-de-leão, entram na classificação de plantas que amamos quando crianças, e passamos detestá-las quando adultos, especialmente se jardineiros ou paisagistas. Afinal de contas, é planta invasiva, comumente classificada como daninha, já que se encontra bem adaptada ao nosso clima. De toda maneira, é o exemplo mais clássico nas aulas de biologia sobre a dispersão de sementes pelo ar. Com efeito, essa característica lhe dá um atrativo todo especial. Tanto assim que, no Nordeste, é chamada de esperança, e é quase impossível não lembrar o dito popular:  abre as janelas e deixa a esperança entrar na tua casa trazida pelo vento da tarde.

Pois é mais ou menos isso que se pensa ao ver a obra de Regine Ramseier, artista alemã radicada na Suíça, famosa por utilizar elementos da natureza em sua obra. Neste caso, Regine coletou a haste com sementes de dandelions para compor o teto de um quarto mínusculo. Pode parecer anti-natural, mas a artificialidade não é necessariamente um atributo negativo da arte. De tal maneira que, ver essas imagens, pensei imediatamente que se relacionavam com o onírico e que as sementes seriam metáforas dos sonhos que, quando não abrimos a janela para que entrem, deixamos escapar por aí, ao sabor do vento.

Mas aí já vai esse texto novamente por caminhos literários e eu ia acabar me esquecendo do tema principal. Ou seja, como foi feito.

Regine coletou cerca de 2000 dentes-de-leão nas cercanias de sua residência, aplicou spray adesivo para manter as hastes e sementes intactas. Envolveu-as com um plástico e fixou-as em bandejas especialmente produzidas para esse fim. Depois, no local da instalação, bastou construir uma estrutura com fios para pendurá-los.

E, voilá.

dente-de-leão || Jardim de Calatéia

dente-de-leão, Regine Ramseier | Jardim de Calatéia

(As fotos da obra são da artista, e foram retiradas o Gardendesign, a foto do dente-de-leão é da amiga e colaboradora Dagmar Laus)

About Frederico Gorski

Frederico Teixeira Gorski é bacharel em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Estudou Teatro na Universidade Estadual de Santa Catarina e iniciou seus estudos em paisagismo com a professora Jane Pilotto, no curso Paisagismo Ecológico. Desde a Psicologia, interessou-se pelo estudo do Espaço Urbano. Em 2011, criou a primeira versão do Jardim de Calatéia como blog, com a intenção de transformá-lo em um portal que reunisse artigos que abrangessem desde a Arquitetura Paisagística, até o estudo botânico, passando pelas artes visuais.
%d blogueiros gostam disto: