Home / Destaque / Os Jardins de Giverny

Os Jardins de Giverny

Jardim de Giverny, próximo a residência de Claude Monet

Bulbosas(como as tulipas) dão um colorido impactante em meio a plantas perenes, após o inverno.

Burle-Marx costumava dizer que sua preocupação com a composição de jardins era uma extensão de sua atividade como artista plástico e que essa última completava a primeira. De fato, ao contemplarmos uma obra sua num campo ou noutro, podemos notar como dialogam e se atravessam, ainda que tenha sido como paisagista que sua fama tenha alcançado os quatro cantos do planeta. Com Monet, temos um exemplo diametralmente oposto. Muitos de nós conhece, ou ao menos viu um ou dois de seu quadros, sem saber a fonte de inspiração, quem compôs o cenário, se é, ainda, que suspeitamos haver um cenário anterior ao quadro.

O que é pouco conhecido pelo público em geral, já não passa despercebido entre os estudiosos do desenho paisagístico. O fato de que Monet tenha composto seus jardins como cenário para suas obras há bem pouco tempo era menos importante, até para a história do paisagismo, do que as obras compostas a partir deles. Mas o estudo e a preocupação com as cores no desenho do jardim de Giverny, onde o pintor morou por quase 40 anos, é motivo de admiração para alguns jardineiros e paisagistas, e é por isso que o local é quase uma mecca tanto para os admiradores do pintor quanto para os amantes da jardinagem.

Jardim com tulipas pretas em Giverny

Tulipas pretas destacam-se no mar de flores brancas.

Mas Giverny não se resume ao jardim de Monet, constituindo, na realidade, um circuito de jardins, vários deles, é claro, reverberando ou imitando o estilo do pintor francês. A morada de Monet é o seu centro, que o artista construiu e dedicou aos franceses, para que usufruíssem momentos de paz após a primeira guerra. Com a morte do pintor, e a continuidade do conflito, o lugar permaneceu esquecido, e só em 1977, quando o filho de Monet deixou a propriedade aos cuidados da Académie des Beaux-Arts.

As fotos desse post foram tirada por meu pai. Nenhuma delas é do jardim de Monet. Deixarei essas para o próximo artigo a respeito, sobre a composição do jardim e as plantas ali utilizadas.

Giverny, próximo a antiga residência de Monet

Giverny, próximo a antiga residência de Monet

Jardim de tulipas brancas em Giverny

Jardim de tulipas brancas em Giverny

About Frederico Teixeira Gorski

Frederico Teixeira Gorski é bacharel em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Estudou Teatro na Universidade Estadual de Santa Catarina e iniciou seus estudos em paisagismo com a professora Jane Pilotto, no curso Paisagismo Ecológico. Desde a Psicologia, interessou-se pelo estudo do Espaço Urbano. Em 2011, criou a primeira versão do Jardim de Calatéia como blog, com a intenção de transformá-lo em um portal que reunisse artigos que abrangessem desde a Arquitetura Paisagística, até o estudo botânico, passando pelas artes visuais.